Dormir com o bebê: pode ou não pode?

dormir com o bebê

Um tema polêmico e que levanta opiniões bem contraditórias tem a ver com dormir com o bebê. Afinal, pode ou não pode? Alguns afirmam que o bebê deve dormir com os pais, pois é a única forma de fazê-lo crescer com o sentimento de segurança e por ser muito mais fácil de amamentá-lo sempre que ele sentir fome.

Outros são completamente contra o bebê dormir com os pais, principalmente por questões de segurança (queda, sufocamento, síndrome de morte súbita do lactente, dentre outros motivos).

Vocês que me seguem há muito tempo sabem que eu não acredito que exista apenas uma forma correta para que o bebê durma bem e tranquilo. Sei que é possível amamentar e criar um bebê de um modo que ele se sinta seguro e amado mesmo dormindo sozinho no berço dele, do mesmo jeito que há famílias que dormem com o bebê na mesma cama e os pequenos estão seguros e felizes.

dormir com o bebê
Dormir com o bebê é uma decisão que cabe a você. (Fonte: Freepik)

Sim, eu quero!

Claro que, ao optar por dormir com o bebê na mesma cama, alguns cuidados são requeridos, como:

  • Usar um colchão firme, nada de colchões d’água ou muito macios, que possam fazer o bebê pular quando alguém se deitar com mais força;
  • Deixar a cama no centro do quarto, longe de paredes ou vãos nos quais o bebê possa ficar preso e se machucar;
  • Manter o ambiente bem ventilado e evitar utilizar edredons e cobertores muito pesados para não correr o risco de sufocá-lo;
  • Manter longe da cama bichos de pelúcia e almofadas;
  • Evitar utilizar pijamas que possuam cordinhas;
  • Deixá-lo na posição de barriga para cima sempre;
  • Não deixar o bebê sozinho na cama sem proteção;
  • Não deixar crianças mais velhas dormirem do mesmo lado que o bebê na cama, pois elas geralmente se mexem muito durante o sono e podem machucar o bebê sem querer;
  • Proibir animais domésticos de frequentarem a cama;
  • Se a sua cama for muito alta, só compartilhá-la com o bebê se você passar a dormir com o colchão no chão;
  • Permanecer sempre em alerta para movimentos bruscos do bebê.

Portanto, a minha recomendação é que toda família durma bem independentemente de suas preferências. O sono é muito importante para o nosso organismo e para o desenvolvimento saudável dos bebês.

dormir com o bebê
O mais importante é o bem-estar de todos. (Fonte: Freepik)

Dormir com o bebê: é sua decisão

O sono é importante para a nossa recuperação, para recarregarmos nossa energia, para a memória e para imunidade, ou seja, para que o nosso corpo funcione bem. Inclusive, existem estudos que demonstram que a falta de sono aumenta a probabilidade de desenvolver depressão pós-parto.

Resumindo, não tenha medo de tomar uma decisão e mudar a forma como dorme em casa por causa de teorias ou opiniões que você tenha lido ou escutado. Pense que uma família que dorme bem será muito mais feliz.

É importante eu dizer isso porque uma das coisas que mais observo nas mães com quem trabalho é o sentimento de culpa. Sentem-se culpadas por dormirem com o bebê, por quererem que eles passem a dormir no próprio berço, por sentirem dúvidas em relação à criação que estão dando ou por conta de comentários ou matérias que leram em algum lugar.

Não existe uma forma correta de criar um filho, cada um tem o seu jeitinho. Se isso for feito sempre com muito amor, essa será sempre a melhor maneira. As famílias são diferentes, as mães são únicas e os nossos bebês são todos especiais, cada um com suas particularidades.

Você não precisa encontrar a melhor forma, e sim a forma que funciona melhor para você. Caso você tenha dúvidas sobre dormir com o bebê, consulte um pediatra.

Por fim, querendo dicas para fazê-lo dormir melhor ou começar a colocá-lo para dormir sozinho no berço, continue acompanhando nossas postagens.

Conteúdo cedido por Paula Roitman, formada em Pedagogia pela UFRJ e especializada em sono infantil pela Baby Sleep Consultant NZ. Conheça seu projeto, o Magic Dreams, e não deixe de acompanhá-la em seu Instagram.

Olá! Eu sou a Ariana Pazzini.

Eu criei esse blog para compartilhar receitas simples do dia a dia para famílias. Hoje em dia já não faço parte do blog porém as receitas continuam no meu coração.

Inscreva-se agora para obter as melhores receitas todas as semanas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Receitas pra você

Carne seca com abóbora: receitas de dar água na boca

A combinação de carne seca com abóbora é muito famosa na culinária, afinal, essa mistura é muito saborosa e vai bem em muitos pratos diferentes, desde entradas, pratos principais,…

10 molhos para petiscos e porções: opções deliciosas!

Os molhos fazem toda a diferença quando estamos apreciando uma deliciosa porção, não é mesmo? Em lanches e salgados, como um saboroso Shawarma ou uma bela esfirra de carne…

Aprenda a fazer Shawarma, o famoso prato grego

O Shawarma é uma receita que já ganhou o coração dos brasileiros. Seja como comida de rua, prato de um restaurante ou até uma receita caseira, esse sanduíche é…

Canjica zero açúcar: cremosa e saudável

Hoje, eu trouxe para você esta deliciosa canjica zero açúcar para saciar a fome e não fugir da dieta. Prato tradicional da nossa Festa Junina, comer um canjiquinha quentinha…

O que é yakisoba? Aprenda tudo sobre esse prato delicioso!

O yakisoba é um prato muito popular na culinária japonesa, e significa literalmente “macarrão frito em molho”. É um prato feito com macarrão refogado com legumes e proteínas, temperados…

Shimeji na manteiga: delicioso e nutritivo!

O shimeji é um dos cogumelos mais presentes na culinária japonesa e asiática em geral. Rico em “Umami” e de sabor inconfundível (um dos cinco sabores básicos da Ásia…