Relato de Parto do Joaquim: meu pequeno nasceu!

relato do parto do Joaquim

Hoje, venho dividir com vocês o relato de parto do Joaquim. Este post é pessoal. Aliás, de um casal que ama cozinhar e acaba de ter um filho. Então, preparem-se para muito gugu dadá! Afinal, não teria lugar melhor para registrar as emoções do nascimento do nosso filho que aqui!

 

Antes mesmo de me imaginar um dia gravida, conheci duas figuras na internet que me iniciaram no mundo materno. Nesse sentido, elas me influenciaram na escolha por um parto com respeito e me encheram de informações sobre as vantagens do parto natural. Estou falando da Ana Sixx e da Carol Rodarte. Gratidão eterna a vocês e à Pérola, que os apresentou!

Primeiramente, a primeira coisa a se pensar é se você realmente quer um parto respeitoso. Depois, comece a correr! No entanto, não correr fisicamente rs. E sim, correr atrás de boas informações, bons profissionais, relatos de quem já passou por isso,  fóruns e grupos que discutem o parto humanizado etc.

Isso é de extrema importância para que na hora H seu médico, aquele que você confiou os meses que antecedem o nascimento, se apegou criou um vínculo, não te engane! Acredite, ele pode inventar milhões de desculpas e você poderá desarmá-lo se tiver as informações corretas. Por isso, corra!

Relato de parto do Joaquim: local de nascimento

Meu Joaquim nasceu no melhor lugar para o seu nascimento. Ele nasceu na Casa Angela, casa de parto cheia de amor e respeito! Lá, fizemos também todo o nosso acompanhamento pré-natal! Gratidão eterna àquelas meninas cheias de amor!

Gratidão também aos casais que conhecemos nos grupos de apoio com os quais dividíamos dúvidas, risadas, medos e felicidades! Aliás, é muito bom acompanhar o nascimento das crianças de cada casal!

Exames

Depois de receber um ok quanto ao meu exame de glicose! (Camila Licciarde, foi uma das melhores noticias da gravidez!), senti o primeiro sinal, saiu um pedacinho do meu tampão! Então, como eu tinha curso sobre amamentação neste dia na Casa Angela aproveitei para passar com as meninas por uma consulta para ver como estava tudo no forninho!

E estava tudo bem! Algumas contrações durante o curso, mas eu já sabia que poderia durar semanas! Fomos para casa, e no dia seguinte em um show do Marcelo D2! E este foi o start!

Relato de parto do Joaquim: madrugada de domingo

Acordei às 3 da manhã com dores que vinham das costas para o ventre. Portanto, lembro até agora do frio na barriga! No entanto, eu já sabia o que estava para acontecer. Por isso, fui para a sala na ponta do pé para não acordar o Fe, peguei o iPad e comecei medir as contrações, que ainda não estavam ritmadas! Resolvi curtir, eu e a barriga. Nossas ultimas horas juntinhos. Isso porque algo me dizia que o Joaquim estava para chegar!

relato de parto do Joaquim
Aplicativo para medir as contrações

Ás 7 acordei o Fe com as contrações já ritmadas de 7 em 7 minutos! Eu estava feliz, ansiosa e já planejando  o próximo hahaha. Lembro de pensar o quanto imaginava que este momento seria bem mais doloroso! Ligamos para nossa Doula Mari e ela confirmou o que eu imaginei, as contrações estavam ritmadas e ela estava vindo ao nosso encontro!

No entanto, eu preferi ficar em casa o máximo de tempo que eu pudesse para só depois ir para a Casa Angela. Então, ligamos e avisamos a que pé estava e que iriamos assim que engrenasse! Conferi a mala do Quim entre uma contração e outra, tomei banho, separei minhas roupas e as do Fe e fiquei no meu cantinho sentindo a chegada do baby se aproximar.

O Felipe estava preocupado como nunca! Atento a todos os meus sinais! Obrigado neguinho! A Mari chegou com a maior naturalidade do mundo, conversamos um monte e as contrações cada vez mais doloridas e com menor espaço de tempo.

Indo para a Casa Angela

Vi o sol nascer, mas não queria vê-lo se pôr em casa. Isso porque  meu medo era a hora do rush. Seria impossível chegar. Então, nesta onda de preocupação minhas contrações desregularam. Já estava preocupada e muito antissocial (na hora da dor eu sempre quero ficar quietinha e longe de todo mundo). Por isso, decidimos correr para a Casa Angela antes que o trânsito apertasse.

Daí o Felipe virou piloto de fuga! Meu amor, que prova de fogo naquele trânsito maluco você conseguiu ser prudente e veloz ao mesmo tempo! Lá chegando, dei de cara com a linda Fran, enfermeira obstetra que me examinou e me disse estar com 1 cm de dilatação, e o baby bem baixo.

Estava agora tranquila, em casa e nas mãos de uma ótima profissional. Carina, a doçura em pessoa. Aliás, tenho certeza que, para trabalhar lá, um dos requisitos é ser doce. Meninas, vocês são todas maravilhosas!

relato de parto do Joaquim

Carina nos encaminhou para a sala de parto e nos deixou muito à vontade. Inclusive, me trouxe um chá para ajudar a baixar a pressão, que estava um pouco alta, e nos trouxeram o jantar (que comida inesquecível).

relato de parto do Joaquim

Começaram as dores

A dor começou a ficar forte e o cansaço bater! Eu só queria ficar quieta, tudo aquilo do plano de parto que queria ajudar no que fosse preciso foi por água baixo! O Joaquim estava muito baixo e eu estava cansada demais para querer fazer algo! A Mari nesta hora teve que ter muita paciência, pois meu humor estava de matar!

A Carina tentou não interferir no curso natural, mas eu já estava muito cansada e só queria ficar deitada esperando as contrações irem e virem! Então, foi necessário intervir e me aconselhar que fizesse alguns exercícios. Com muito custo caminhei pelo jardim. Fui para baixo do chuveiro, rebolei um pouco na bola, cavalguei no cavalinho e a madrugada chegou e já estava quase indo embora!

relato de parto do Joaquim

Enquanto a dor crescia eu pensava: “Ótimo, sinal que Joaquim esta chegando!” Mas, depois das 12 horas desde o começo das contrações baixou a hiena Hardy (oh céus, oh vida, oh azar!) e tudo o que eu fazia era me lamentar. Queria saber de Deus por que diabos doía tanto. Isso porque, nenhuma posição me parecia confortável. Pedia ajuda para o Quim, chorava melodramática, queria desistir e perdi todo o juízo.

relato de parto do Joaquim Daí, a Carina me deu dois conselhos: 1) me despedir da barriga ( e isso é assunto para outra postagem); 2) sugeriu encher a banheira. Portanto, colocamos nossas velas, o cheirinho do óleo essencial de lavanda no ar e a coisa apertou ali. Porém, senti os primeiros puxos e associei aquela dor à água. Sai correndo de lá, nenhuma posição me deixava menos aflita.

relato de parto do Joaquim

Relato de parto do Joaquim: o momento da chegada

Até que alguém sugeriu que eu ficasse no chão no colchonete, de cócoras ou na posição 4 apoios. Então, o meu eu cansado não pensou duas vezes e deitou. Apoiou a perna em um carrinho de enfermagem e começou o trabalho mais lindo do mundo!

Não consigo me lembrar bem desta hora, me lembro só do pensamento “só mais um pouquuinho” e “de onde vem esta força que me puxa?” Me lembro do rostinho sereno da Carina anunciando que ele estava quase chegando. Do rosto tenso do Felipe na minha frente, acompanhando todo o movimento. Também lembro do estouro da bolsa, de inundar o chão da sala e de sentir meu corpo se abrir para a chegada do meu menino.

Felipe me dando apoio

Nasce também um pai maravilhoso!

Foi a hora da transição, todo mundo que tem um filho nos braços merecia passar pelo prazer deste momento! O minuto que você já não é mais você! Naquele minuto, morreu uma antiga Ariana e nasceu uma mulher, mãe, forte e plena! Logo em seguida, após coroar por 3 vezes, nasceu o Joaquim. Lindo, forte, cansado, com o cordão umbilical circulando seu pescoço. Direto para meus braços e assistido de frente pelo pai!

Joaquim sendo amamentado

Nasceu também um pai neste dia! Felipe foi homem suficiente para aguentar todos os meus mimimis e diferenciar o que era real e o que não era. Foi firme, me deu força, me disse frases e frases de encorajamento, soube guiar meu parto e me ajudar neste caminho que às vezes parecia que eu não conseguiria.

Em momento algum duvidou da minha força, me passou uma segurança incrível! Fez carinho quando tinha que ser feito, fez massagem quando deveria ser feita, me segurou e deixou que eu segurasse sua mão nos momentos de maior dor!

Fe segurando o Joaquim

Amor, eu sempre fui apaixonada por você! Mas ver você bailando comigo nesta hora me deixou ainda mais apaixonada e me tornou sua fã! Minha melhor escolha foi você como marido, parceiro e pai do meu filho, você foi incrível!

Relato de parto do Joaquim: meu menino!

Joaquim mamou no primeiro minuto de vida e dos meus braços foi direto para os braços do pai. Desde então, não saiu mais de perto da gente! Mari, você foi também precisa. Todo o pré-parto, as dúvidas sanadas, as indecisões que foram muitas! Obrigado por ser sempre muito atenciosa comigo!

As meninas da Casa Angela, lindas, não tenho palavras para agradecer por tanto carinho, tanta dedicação! Sem vocês a magica toda não teria acontecido!! Eu sou apaixonada por esta casa! Sou apaixonada por todas as pessoas que fazem este lugar pulsar!

Me lembro de no expulsivo não enxergar muita coisa! Junto com a Carina tinha mais um anjo da guarda, que não me lembro do rosto, somente da voz me guiando de onde colocar meus pés e do Quim estar chegando! Portanto, só acredito que era uma pessoa e não um anjo, pois o Fe também viu! Meu agradecimento eterno por participar deste momento tão sublime da minha vida!

Joaquim recebendo atenção

Aliás, Mari, os créditos das fotos maravilhosas deste post são para vc que além de doula virou fotografa!!! Além disso, obrigado por não ouvir meus gritos de “para agora com estas fotos que está me irritando!”

Joaquim nos braços do pai Por fim, Fe, aguardamos o relato de parto do Joaquim versão papai, que certamente terá milhões de detalhes que eu não vi ou esqueci! rs Beijos da mãe mais feliz do planeta

Ariana Pazzini

Se você já faz parte do time das mamães, confira esses posts!

https://www.acasaencantada.com.br/baby/as-papinhas-do-joaquim-introducao-alimentar/

Olá! Eu sou a Ariana Pazzini.

Eu criei esse blog para compartilhar receitas simples do dia a dia para famílias. Hoje em dia já não faço parte do blog porém as receitas continuam no meu coração.

Inscreva-se agora para obter as melhores receitas todas as semanas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Receitas pra você

Carne seca com abóbora: receitas de dar água na boca

A combinação de carne seca com abóbora é muito famosa na culinária, afinal, essa mistura é muito saborosa e vai bem em muitos pratos diferentes, desde entradas, pratos principais,…

10 molhos para petiscos e porções: opções deliciosas!

Os molhos fazem toda a diferença quando estamos apreciando uma deliciosa porção, não é mesmo? Em lanches e salgados, como um saboroso Shawarma ou uma bela esfirra de carne…

O que é yakisoba? Aprenda tudo sobre esse prato delicioso!

O yakisoba é um prato muito popular na culinária japonesa, e significa literalmente “macarrão frito em molho”. É um prato feito com macarrão refogado com legumes e proteínas, temperados…

Aprenda a fazer Shawarma, o famoso prato grego

O Shawarma é uma receita que já ganhou o coração dos brasileiros. Seja como comida de rua, prato de um restaurante ou até uma receita caseira, esse sanduíche é…

Shimeji na manteiga: delicioso e nutritivo!

O shimeji é um dos cogumelos mais presentes na culinária japonesa e asiática em geral. Rico em “Umami” e de sabor inconfundível (um dos cinco sabores básicos da Ásia…

Salada De Lentilha: Rápida e Super Saborosa!

Se tem uma coisa que não dispenso é uma boa salada. Quanto mais variada melhor. Por isso, sempre faço questão de compartilhar minhas aventuras com verduras, leguminosas e grãos…