Farinha sem glúten: guia para você!

farinha sem glúten

Um dos assuntos que vem sendo abordado com maior frequência é sobre as dietas restritivas ao glúten. Por isso vamos te mostrar algumas alternativas de farinha sem glúten.

Seja por motivo de alergias ou por algum outro motivo, fazer farinha sem glúten pode ser uma ótima alternativa.

Conheça os produtos

Entenda que essas farinhas sem glúten podem ser utilizadas de diversas formas, para fazer massas como pão e bolos, por exemplo.

Mas saiba que nas receitas, nem sempre você vai utilizar somente um tipo de farinha, por isso a importância de conhecer os produtos.

Vamos apresentar para você hoje 9 tipos de farinhas sem glúten que você pode utilizar:

1. Farinha de amêndoa

A amêndoa por si só tem baixo teor de açúcar, e é mais rica em gorduras naturais que fazem bem.

Se você não tiver alergia a nozes, amêndoa ou amendoim você pode se sentir livre para utilizá-la em suas receitas.

O melhor de tudo é que ela pode ser misturada com outros tipos de farinha para deixar suas preparações com texturas e sabores diferentes.

2. Farinha de Araruta

A araruta é um alimento derivado de uma erva tropical e que gera esse produto muito parecido com uma batata.

A farinha de araruta é rica em amido, então em receitas que vão o ingrediente você pode substituir o amido de milho pela farinha de araruta.

Saiba também que ela não tem sabor, então você pode ficar a vontade para utilizar outras farinhas com outros sabores mais fortes.

E a proporção é de duas colheres de chá da farinha de araruta para uma colher de sopa de amido de milho.

3. Farinha sem glúten de arroz integral

Como fazer farinha de arroz caseira

Caso você não saiba, os grãos de arroz de qualquer tipo são totalmente livres de glúten

Esse tipo de farinha é muito utilizada na preparação de pães e alguns tipos de bolo juntamente com a farinha integral.

4. Farinha de aveia

Farinha de aveia

A farinha de aveia, assim como a aveia em flocos, é utilizada em receitas para deixar a textura mais densa.

O ponto bom aqui é que a farinha de aveia é tão rica em fibras quanto a aveia em flocos, então para fazer bolos, pães e até mesmo panquecas ela fica muito boa!

A dica aqui é que, quando você for fazer alguma preparação com ela mais in natura tente não misturá-la com ingredientes muito fortes para ela não perder totalmente seu sabor adocicado.

5. Farinha de milho

A farinha de milho já é velha conhecida do famoso pão de milho.

Mas saiba que lá é muito versátil e assa rápido. Por isso para essas receitas de pão rápido e outros assados você pode utilizá-la sem problemas.

A única ressalva aqui é que o milho é muito rico em amido, então se utilizar muito sua massa pode ao invés de assar, cozinhar. O que não fica muito bom.

6. Farinha sem glúten de grão de bico

A farinha de grão de bico tem uma ótima utilidade para deixar massas mais densas.

Quando utilizada em associação com outras farinhas mais leves ele pode transformar a receita.

7. Farinha de coco

Está farinha é um pouco diferente das outras e tem uma facilidade ainda maior para preparar alimentos assados e deixá-los mais macios.

No entanto é uma farinha mais frágil do que as anteriores, então é necessário associar ela com outros tipos de farinha para sua massa, por exemplo, não se desfazer.

8. Mandioca

Como temperar farinha de mandioca em casa

A farinha de mandioca (macaxeira ou aipim, a depender do local onde você vive), tem muita fibra, e pode servir muito bem como farinha principal.

Perceba que a farinha de mandioca não é o mesmo que a farinha de tapioca. Está, por sinal, é uma farinha mais densa e rica em carboidratos.

Por essa característica ela pode substituir outros tipos de farinha que são utilizadas como base da receita, como a farinha de trigo.

9. Farinha sem glúten de tapioca

fazendo os discos de tapioca

A farinha de tapioca é rica em amido, e a grande diferença entre ela e a farinha de mandioca é que sua constituição é mais areada.

O que a deixa mais leve que a anterior. 

Por isso deve-se ter cuidado ao utilizar essa farinha. Isso porque seu exagero pode deixar uma textura não muito agradável de areia nas coisas.

Todas as farinhas sem glúten são ótimas paraas mais diversas receitas, mas mesmo assim, para as pessoas com doença celíaca ou algum tipo de alergia ao glúten a recomendação máxima é consultar a um profissional da nutrição para saber se, a depender do caso, podem utilizar determinado tipo de farinha.

Aliás, conheça algumas receitas utilizando farinha sem glúten aqui!

Por fim, espero ter ajudado 🙂

Olá! Eu sou a Ariana Pazzini.

Eu criei esse blog para compartilhar receitas simples do dia a dia para famílias. Hoje em dia já não faço parte do blog porém as receitas continuam no meu coração.

Inscreva-se agora para obter as melhores receitas todas as semanas!

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Receitas pra você

Carne seca com abóbora: receitas de dar água na boca

A combinação de carne seca com abóbora é muito famosa na culinária, afinal, essa mistura é muito saborosa e vai bem em muitos pratos diferentes, desde entradas, pratos principais,…

10 molhos para petiscos e porções: opções deliciosas!

Os molhos fazem toda a diferença quando estamos apreciando uma deliciosa porção, não é mesmo? Em lanches e salgados, como um saboroso Shawarma ou uma bela esfirra de carne…

O que é yakisoba? Aprenda tudo sobre esse prato delicioso!

O yakisoba é um prato muito popular na culinária japonesa, e significa literalmente “macarrão frito em molho”. É um prato feito com macarrão refogado com legumes e proteínas, temperados…

Aprenda a fazer Shawarma, o famoso prato grego

O Shawarma é uma receita que já ganhou o coração dos brasileiros. Seja como comida de rua, prato de um restaurante ou até uma receita caseira, esse sanduíche é…

Shimeji na manteiga: delicioso e nutritivo!

O shimeji é um dos cogumelos mais presentes na culinária japonesa e asiática em geral. Rico em “Umami” e de sabor inconfundível (um dos cinco sabores básicos da Ásia…

Salada De Lentilha: Rápida e Super Saborosa!

Se tem uma coisa que não dispenso é uma boa salada. Quanto mais variada melhor. Por isso, sempre faço questão de compartilhar minhas aventuras com verduras, leguminosas e grãos…