Como virar vegano aos poucos?

como virar vegano

A alimentação vegana vem ganhando cada vez mais adeptos no mundo todo. Por se tratar de uma dieta sem qualquer produto que tenha origem animal, como carnes, ovos, leite e mel, muitas pessoas têm dúvidas sobre como virar vegano e adotar essa nova alimentação.

Um dos fatores principais é não cortar tudo de uma vez e já entrar de cabeça na dieta vegana. Isso pode fazer muito mal para o organismo, pois é um choque muito grande. Principalmente se ainda consumimos muitos alimentos de origem animal ou não possuímos uma alimentação mais saudável, com muitas verduras, legumes, fibras e frutas. Portanto, consulte um médico ou nutricionista se estiver com alguma dúvida ou se não estiver se sentindo bem.

Então, a primeira dica é: tenha calma. Ao fazermos uma mudança desse tamanho na alimentação, não é apenas o nosso organismo que precisa ir se acostumando aos poucos, mas também o nosso paladar e até nós mesmos.

Como virar vegano: primeiros passos

Quero virar vegano, e agora, por onde começo? Por mais que a gente queira alguma coisa, antes é preciso verificar se conseguimos nos adaptar. Quando nos perguntamos sobre como virar vegano, pensamos somente na alimentação, mas é muito mais que isso.

Não só o que se come que vai passar por uma mudança, mas também onde se come, o que se compra, como se vive. O veganismo muda completamente o estilo de vida da pessoa. Começa a ser necessário pesquisar bem de onde vem e como é feito aquele produto, quais são as opções de restaurantes, como continuar frequentando o churrasco da família e, principalmente, se o novo cardápio vai nos agradar. Confira os passos a seguir.

como virar vegano
Veganismo é um estilo de vida.

Introduza novos alimentos aos poucos

Vá aos poucos incluindo novas frutas, legumes, verduras e grãos na sua alimentação e observe se o paladar vai se acostumando. Em contrapartida, comece a se privar de alguns alimentos, como ovos, mel e leite.

Pesquise e descubra novos jeitos de cozinhar

Prepare os alimentos com os quais você já conseguiu se habituar de maneiras diferentes, assim a comida não fica monótona. Pesquise hambúrguer de lentilha, molhos de vegetais para massas, dentre outros.

Substitua uma refeição

Inicialmente uma vez por semana, substitua uma refeição do dia por um prato vegano e, aos poucos, aumente a frequência.

Como virar vegano: carne dia sim, dia não

Comece a alternar entre dias com carne e sem carne e vá aumentando.

Alterne também os preferidos

Indique de qual alimento de consumo diário você sentirá mais falta e, também, alterne entre dia sim e dia não. Se for o queijo, por exemplo, varie os dias até eliminá-lo completamente do cardápio.

Substitua

Um jeito prático de virar vegano aos poucos é ir fazendo a substituição dos alimentos. Troque o leite por leite de amêndoas, arroz ou de coco e a carne por carne de soja.

Capriche na salada

Nada de temperar só com molho de soja (shoyu) ou vinagre. Nem de comer só alface e tomate. Faça saladas bastante ricas e com bastante variedade de verduras, legumes e molhos.

Aprenda a cozinhar

Essa é uma dica primordial para virar vegano. Alimentos veganos industrializados costumam ser caros. Além disso, é difícil encontrar alimentos veganos prontos, e às vezes até fora de casa. Portanto, aprender a cozinhar é fundamental.

como virar vegano
Aprender a cozinhar é importante.

Como virar vegano: não desanime após uma recaída

Assim como uma reeducação alimentar, mudar para uma nova dieta pode ser difícil e é normal acontecer algumas recaídas. Por isso, vá implementando as mudanças aos poucos e vá se conscientizando de como se alimentar de produtos de origem animal pode ser prejudicial à saúde e ao planeta.

Por último, mas não menos importante, procure um nutricionista para te auxiliar nessa transição ao veganismo. Principalmente em relação a algumas vitaminas, que podem precisar de suplementação. Ah, existem gostosuras veganas tão boas quanto as tradicionais, a exemplo do cheddar. Duvida? Siga o passo a passo abaixo e se surpreenda!

Cheddar vegano

Ingredientes
  

  • 1 xícara de castanha de caju crua
  • 1 colher de sopa cheia de cúrcuma
  • 3 colheres de sopa de azeite
  • 1 dente de alho
  • 1 colher de sopa de suco de limão
  • 1/2 xícara de água
  • 1 pitada de sal

Instruções
 

  • Bata todos os ingredientes no liquidificador e guarde na geladeira até estar em consistência firme.
  • Caso o liquidificador não consiga bater as castanhas facilmente, deve-se deixá-las de molho em água por cerca de 20 minutos e escorrer bem antes de bater.
  • Sim, é só isso!

Inscreva-se agora para obter as melhores receitas todas as semanas!

Olá! Eu sou a Ariana Pazzini.

Eu criei esse blog para compartilhar receitas simples do dia a dia para famílias. Hoje em dia já não faço parte do blog porém as receitas continuam no meu coração.

Inscreva-se agora para obter as melhores receitas todas as semanas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Gostou da Receita?




Receitas pra você

Carne seca com abóbora: receitas de dar água na boca

A combinação de carne seca com abóbora é muito famosa na culinária, afinal, essa mistura é muito saborosa e vai bem em muitos pratos diferentes, desde entradas, pratos principais,…

10 molhos para petiscos e porções: opções deliciosas!

Os molhos fazem toda a diferença quando estamos apreciando uma deliciosa porção, não é mesmo? Em lanches e salgados, como um saboroso Shawarma ou uma bela esfirra de carne…

O que é yakisoba? Aprenda tudo sobre esse prato delicioso!

O yakisoba é um prato muito popular na culinária japonesa, e significa literalmente “macarrão frito em molho”. É um prato feito com macarrão refogado com legumes e proteínas, temperados…

Aprenda a fazer Shawarma, o famoso prato grego

O Shawarma é uma receita que já ganhou o coração dos brasileiros. Seja como comida de rua, prato de um restaurante ou até uma receita caseira, esse sanduíche é…

Shimeji na manteiga: delicioso e nutritivo!

O shimeji é um dos cogumelos mais presentes na culinária japonesa e asiática em geral. Rico em “Umami” e de sabor inconfundível (um dos cinco sabores básicos da Ásia…

Salada De Lentilha: Rápida e Super Saborosa!

Se tem uma coisa que não dispenso é uma boa salada. Quanto mais variada melhor. Por isso, sempre faço questão de compartilhar minhas aventuras com verduras, leguminosas e grãos…