Papinhas do Joaquim na prática: como eu preparo

Introdução alimentar

papinhas do Joaquim

Hoje, eu vim mostrar para vocês como eu preparo as papinhas do Joaquim na prática. Ele começou se alimentar aos 6 meses. Comia frutinhas raspadas, amassadas e cozidas. Nesse sentido, um cuidado que eu tinha era o de introduzir uma por semana. Desse modo, eu verificava possíveis reações alérgicas.

Inclusive, é normal que o bebê demonstre mais simpatia por alguma fruta. Ou até não entenda muito bem o que é aquele alimento diferente do leite, não aceitando muito bem. No entanto, insista em apresentar. Isso porque é tudo novo para ele. Então, é normal que alguns aceitem enquanto outros precisam de um pouquinho mais de insistência neste momento.

Aliás, nós todos temos um pouco de dificuldade com o novo, é natural. Depois de o bebê entender e aceitar o novo alimento, nós iniciamos a introdução de papas mais compostas: frutas amassadinhas, raspadinhas ou cozidas + cereal (aveia, arroz integral, quinoa…) + 1 colher de chá de azeite.

O Joaquim adorou esta fase! Sua papa predileta até hoje é a composta por peras assadas com mingau de aveia!

As papinhas do Joaquim na prática: as salgadas

Junto com as papas doces, começamos a oferecer as papas salgadas. Dessa forma, iniciei com raízes cozidas e amassadinhas. Também adicionei folhas refogadas. Assim, conforme havia aceitação, começamos a adicionar outras partes das plantas. Desse modo, a composição final consiste em: flor, folha, raiz, fruto e caule.

Portanto, pense na papinha como a totalidade de uma planta. Ou seja, deve conter todas as partes. Dos 9 aos 11 meses, introduzimos nas papinhas do Joaquim as leguminosas. Primeiro amassadinhas e em seguida em grãos inteiros.

Respeite o tempo natural do seu filho

No entanto, é preciso ressaltar que respeitei o tempo natural do meu filho. Então, usei as idades definidas para introdução. Além disso, tive paciência com as idas e vindas de vontades, apetites e aceitação. Comecei com as frutinhas pela manhã. Depois, introduzi o almoço e, em seguida, o café da tarde. Aos 9 meses, a janta.

Tive que insistir e apresentar de outras formas alguns alimentos. Às vezes, o bebê não gosta de um certo alimento em formato de purê e gosta em pedaços assados. Portanto, nunca deixe de lado alguma coisa que ele rejeitou. Afinal, ele pode estar em um dia ruim. Ou a forma apresentada não bateu com a expectativa dele.

Então, tente dos mais variados jeitos. Use a imaginação, temperos naturais… Apresentação é importante! Cada bebê é único! Sinta seu bebê!

A preparação das papinhas do Joaquim na prática: dicas importantes

Quando iniciar a introdução de cereais, ofereça ainda mais água! Prepare com amor! A sua energia vai diretamente para o prato do seu filho! Comecei com raspinhas de fruta até chegar aos pedaços na mão dele. Purezinhos de tubérculos até a papa composta por diversos ingredientes e formas de cocção.

Respeite sempre o tempo natural do organismo, demora um tempo para cada transição! Acredito que alimentar não é só nutrir. Gosto de pratos coloridos, de misturar texturas diferentes. O prato do Joaquim depois dos purês sempre teve alimentos de diversas texturas, formatos e cores. O paladar do bebê está se formando e não precisa que sempre tenha cor, sabor e textura iguais.

E por aí, já começou a introdução alimentar? Quais são suas dúvidas? Qual é o prato de que seu bebê mais gosta? Quero saber de você também! Quer ideias de receitas para as crianças? Confira essas:

Olá! Eu sou a Ariana Pazzini.

Eu criei esse blog para compartilhar receitas simples do dia a dia para famílias. Hoje em dia já não faço parte do blog porém as receitas continuam no meu coração.

Inscreva-se agora para obter as melhores receitas todas as semanas!

6 respostas

  1. Pingback: As papinhas do Joaquim - Introdução Alimentar
  2. Sabe que não tenho bebê, mas adorooooooooooooo painço ??
    rsrsrs, quando eu conto as pessoas me olham assim, de soslaio sabe ?
    Tipo : Meu Deus, estou falando com um passarinho ?? rsrsrs
    Adoro, além de nutritivo me faz um bem danado !

    Estou fazendo um intensivão e conhecendo os blogueiros do encontro !!! Assim não fico tímida, srrrsrs

    Bjus 1000 e até sábado

    1. Liaaaaaa, que delicia que iremos nos conhecer!
      Vai ser sensacional!
      Meu passarinhozinho tbm ama! E eu depois dele aprendi amar! O sabor leve e amendoado é sensacional!
      Obrigado por sua visita!!!
      Um monte de beijos!

  3. Pingback: As papinhas do Joaquim – Introdução AlimentarA Casa Encantada | A Casa Encantada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Receitas pra você

Carne seca com abóbora: receitas de dar água na boca

A combinação de carne seca com abóbora é muito famosa na culinária, afinal, essa mistura é muito saborosa e vai bem em muitos pratos diferentes, desde entradas, pratos principais,…

10 molhos para petiscos e porções: opções deliciosas!

Os molhos fazem toda a diferença quando estamos apreciando uma deliciosa porção, não é mesmo? Em lanches e salgados, como um saboroso Shawarma ou uma bela esfirra de carne…

O que é yakisoba? Aprenda tudo sobre esse prato delicioso!

O yakisoba é um prato muito popular na culinária japonesa, e significa literalmente “macarrão frito em molho”. É um prato feito com macarrão refogado com legumes e proteínas, temperados…

Aprenda a fazer Shawarma, o famoso prato grego

O Shawarma é uma receita que já ganhou o coração dos brasileiros. Seja como comida de rua, prato de um restaurante ou até uma receita caseira, esse sanduíche é…

Shimeji na manteiga: delicioso e nutritivo!

O shimeji é um dos cogumelos mais presentes na culinária japonesa e asiática em geral. Rico em “Umami” e de sabor inconfundível (um dos cinco sabores básicos da Ásia…

Salada De Lentilha: Rápida e Super Saborosa!

Se tem uma coisa que não dispenso é uma boa salada. Quanto mais variada melhor. Por isso, sempre faço questão de compartilhar minhas aventuras com verduras, leguminosas e grãos…