Milkshake de Ovomaltine para qualquer hora!

milkshake

Apesar de o inverno estar chegando, resistir a um bom milkshake de Ovomaltine não é uma tarefa fácil. Independentemente da temperatura que está fazendo lá fora, é um paraíso para o nosso paladar. Ainda mais se feito no capricho; ou seja, doce na medida certa, areado e denso.

No entanto, essa bebida que tanto amamos hoje teve de percorrer um longo caminho. Sua receita de origem não tem sequer um ingrediente em comum com o milkshake que conhecemos.

Bateu a curiosidade? Então, vamos fazer uma pequena viagem no tempo.

Origem alcoólica

Em 1885, a palavra milkshake apareceu na imprensa pela primeira vez. E não era para se referir à famosa receita de Ovomaltine. Na verdade, o termo falava de uma bebida feita com whisky e ovos.

Foi somente por volta de 1900 que ela começou a se parecer com o que conhecemos hoje. Porém, composta apenas de xarope de chocolate, ainda estava incompleta.

Aos poucos, as pessoas começaram a pedir que se acrescentasse sorvete. Desse modo, ela foi aos poucos se popularizando.

Em 1930, o milkshake começou a vislumbrar a fama. Isso porque ele se tornou a opção mais pedida nas “Malt Shops”, lojas que eram o ponto de encontro de estudantes na época.

Esses locais eram comuns principalmente nos Estados Unidos e no Canadá. Conhecidos por suas fontes de refrigerante, aos poucos, foram se adaptando ao milkshake.

O milkshake e a invenção do liquidificador

O milkshake deve sua fama a uma outra invenção que foi extremamente necessária: o liquidificador elétrico. Sem ele, sua textura era similar à de uma vitamina.

Logo, o aspecto denso só foi incorporado quando a companhia Hamilton Beach criou o batedor Cyclone Drink Mixer, que levava motor no topo.

Inclusive, esse design diferente continua sendo popular na produção de milkshake até os dias de hoje.

O sorvete e o refrigerador

Bom, já sabemos que o liquidificador assessorou a fama do nosso milkshake. Mas como foi que ele iniciou sua conquista mundial?

Na verdade, a resposta é bem simples. Foi por meio de outra invenção elétrica: o refrigerador.

O liquidificador deu ao milkshake uma textura mais areada e espumada, mas ainda faltava densidade – que só foi possível quando o sorvete ganhou o status de ingrediente. No entanto, isso ocorreu apenas a partir da invenção dos refrigeradores a gás freon, responsáveis pelo seu armazenamento e conservação. Assim surgiu o milkshake que conhecemos.

milkshake

Milkshake do McDonald’s

Com todas essas inovações, o sucesso foi tão grande que, em 1936, ele inspirou mais uma invenção: o multiprocessador. Criada por Earl Prince, a máquina era capaz de fazer cinco milkshakes por vez.

A partir disso, a novidade foi a porta de entrada da bebida aos fast-foods. Dairy Queen, uma rede de restaurantes americana com foco em sorvetes, bolos e cheesecakes, foi a primeira rede a adicionar iguaria ao cardápio, em 1949.

Na década de 1950, Ray Kroc, que viria a ser o dono do McDonald ‘s mais tarde, comprou os direitos de exclusividade do multiprocessador para aumentar a produção de milkshakes na rede, tornando-os famosos no mundo todo – e agora essa delícia chega à sua casa. Aproveite!

Milk shake de Ovolmaltine

Ingredientes
  

  • 6 bolas de sorvete de baunilha
  • 4 colheres de sopa de Ovomaltine
  • 100 ml de leite gelado
  • Calda de chocolate a gosto

Instruções
 

  • Bata no liquidificador o sorvete de baunilha, o Ovomaltine e o leite gelado.
  • Sirva em um copo alto, decorado com calda de chocolate.
  • Polvilhe um pouco mais de Ovomaltine por cima da bebida e sirva.

Video

Inscreva-se agora para obter as melhores receitas todas as semanas!

Olá! Eu sou a Ariana Pazzini.

Eu criei esse blog para compartilhar receitas simples do dia a dia para famílias. Hoje em dia já não faço parte do blog porém as receitas continuam no meu coração.

Inscreva-se agora para obter as melhores receitas todas as semanas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Gostou da Receita?




Receitas pra você

Carne seca com abóbora: receitas de dar água na boca

A combinação de carne seca com abóbora é muito famosa na culinária, afinal, essa mistura é muito saborosa e vai bem em muitos pratos diferentes, desde entradas, pratos principais,…

10 molhos para petiscos e porções: opções deliciosas!

Os molhos fazem toda a diferença quando estamos apreciando uma deliciosa porção, não é mesmo? Em lanches e salgados, como um saboroso Shawarma ou uma bela esfirra de carne…

O que é yakisoba? Aprenda tudo sobre esse prato delicioso!

O yakisoba é um prato muito popular na culinária japonesa, e significa literalmente “macarrão frito em molho”. É um prato feito com macarrão refogado com legumes e proteínas, temperados…

Aprenda a fazer Shawarma, o famoso prato grego

O Shawarma é uma receita que já ganhou o coração dos brasileiros. Seja como comida de rua, prato de um restaurante ou até uma receita caseira, esse sanduíche é…

Shimeji na manteiga: delicioso e nutritivo!

O shimeji é um dos cogumelos mais presentes na culinária japonesa e asiática em geral. Rico em “Umami” e de sabor inconfundível (um dos cinco sabores básicos da Ásia…

Salada De Lentilha: Rápida e Super Saborosa!

Se tem uma coisa que não dispenso é uma boa salada. Quanto mais variada melhor. Por isso, sempre faço questão de compartilhar minhas aventuras com verduras, leguminosas e grãos…