Molho de ervas finas: refinando o paladar

molho de ervas finas

Ótimo para marinar carnes e peixes e destacar o sabor dessas e outras proteínas, o molho de ervas finas é capaz de refinar qualquer paladar. Aliás, sabe do melhor? Você pode misturar várias ervas ou só aquelas de sua preferência. Por isso, versátil e prático, ele é um dos meus molhos favoritos.

As ervas separadas já possuem aroma e sabor fortes e são capazes de levantar qualquer prato. Juntas, então, são uma verdadeira festa de sensações. Entretanto, você sabe usá-las individualmente na cozinha? Não? Vem comigo que eu vou te ensinar.

Ervas na gastronomia

As ervas se limitavam antigamente a seus efeitos medicinais, tanto que a migração para a gastronomia ocorreu por conta desse motivo, e não pelo sabor. Logo, com o tempo, elas foram ganhando seu espaço na culinária graças a seus sabores e aromas marcantes. Vamos aprender um pouco sobre como utilizar as ervas finas na cozinha?

  • Salsinha: pode ser utilizada de modos diferentes. O primeiro é em alimentos ainda crus para que esses absorvam bem o aroma e o sabor do tempero. Com o mesmo objetivo, é usada em marinadas. O segundo modo é durante o cozimento. Dessa forma, seu sabor se amplia pelo prato e ainda o colore de verde. Uma dica é aquecer a salsa com um pouquinho de gordura para liberar com mais eficiência seu sabor e aroma. A terceira maneira é já no final do prato, quase como um enfeite perfumado, mas que conserva muito mais o sabor do que quando cozido.
  • Cebolinha: sensação mundial, a cebolinha está presente na culinária desde 3.200 anos a.C. na civilização persa. Acredita-se que ela chegou ao continente americano através de Cristóvão Colombo. Para manter as propriedades desse tempero, conserve-a sempre em baixas temperaturas e adicione-a somente após desligar o forno. Ainda assim, caso queira aproveitar somente o sabor, ela é ótima com pratos salgados.
  • Alecrim: apesar de fazer mais sucesso em cozimentos mais longos, seus talos também dão sabor a sopas, proteínas assadas, tortas, pães. Aliás, ele é incrível até para grelhar vegetais.
molho de ervas finas
Alecrim é uma entre tantas opções. (Fonte: Pixabay)

Mais opções para você

  • Manjericão: cultivado desde 2.000 a.C. na Ásia, ele vai bem com pratos de carne branca acompanhados de frutas ou batatas, assim como com massas (por exemplo, no molho pesto), saladas e ovos.
  • Orégano: clássico da cozinha brasileira, é praticamente um coringa, combina com tudo. Apicius, um famoso cozinheiro romano, o considerava perfeito para o preparo de molhos diversos. Ganhou o mundo através das conquistas territoriais do Império Romano, até chegar à Itália e tornar-se o queridinho por lá, sendo usufruído na pizza, em molhos, em vegetais refogados e em carnes.
  • Sálvia: das ervas que mencionei até agora, a sálvia é possivelmente a mais popular e a mais picante. Seu sabor único vai muito bem com cebola, cheddar e carne de porco. Não se preocupe com o cozimento dessa aqui, pois o sabor permanece mesmo após longos períodos no fogo.

Molho de ervas finas: bora misturar?

O propósito de hoje é ensinar você a fazer esse incrível molho de ervas, capaz de transformar sabores. Mas já deixo aqui a dica: caso não queira fazer o acompanhamento, também é possível unir todas essas ervas e guardar num potinho para usar como tempero seco. Vamos lá?

 

molho de ervas finas

Molho de ervas finas

Ingredientes
  

  • 30 g de salsinha fresca
  • 30 g de cebolinha fresca
  • 30 g de manjericão fresco
  • 30 g de tomilho fresco
  • 1 xícara de azeite de oliva
  • 2 dentes de alho
  • 1 limão suco

Instruções
 

  • Lave e pique finamente a salsinha, a cebolinha, o manjericão e o tomilho.
  • Descasque e pique finamente ou, se preferir, macere o alho.
  • Numa tigela, misture bem o azeite de oliva e o suco de limão. Acrescente o alho e mexa.
  • Finalmente, adicione as ervas picadas e misture tudo.
  • O molho está pronto para ser usado!

Inscreva-se agora para obter as melhores receitas todas as semanas!

Olá! Eu sou a Ariana Pazzini.

Eu criei esse blog para compartilhar receitas simples do dia a dia para famílias. Hoje em dia já não faço parte do blog porém as receitas continuam no meu coração.

Inscreva-se agora para obter as melhores receitas todas as semanas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Gostou da Receita?




Receitas pra você

Panqueca de abobrinha: receita gostosa e saudável para você

Que tal uma panqueca de abobrinha bem levinha e saborosa para comer a qualquer hora do dia? Se você está procurando uma receita bem simples e cheia de nutrientes…

Carne seca com abóbora: receitas de dar água na boca

A combinação de carne seca com abóbora é muito famosa na culinária, afinal, essa mistura é muito saborosa e vai bem em muitos pratos diferentes, desde entradas, pratos principais,…

10 molhos para petiscos e porções: opções deliciosas!

Os molhos fazem toda a diferença quando estamos apreciando uma deliciosa porção, não é mesmo? Em lanches e salgados, como um saboroso Shawarma ou uma bela esfirra de carne…

Aprenda a fazer Shawarma, o famoso prato grego

O Shawarma é uma receita que já ganhou o coração dos brasileiros. Seja como comida de rua, prato de um restaurante ou até uma receita caseira, esse sanduíche é…

Canjica zero açúcar: cremosa e saudável

Hoje, eu trouxe para você esta deliciosa canjica zero açúcar para saciar a fome e não fugir da dieta. Prato tradicional da nossa Festa Junina, comer um canjiquinha quentinha…

O que é yakisoba? Aprenda tudo sobre esse prato delicioso!

O yakisoba é um prato muito popular na culinária japonesa, e significa literalmente “macarrão frito em molho”. É um prato feito com macarrão refogado com legumes e proteínas, temperados…