Temperando a Vida: Orégano para tudo!

orégano

Numa série de posts chamada Temperando a Vida, vamos conversar um pouco sobre os temperos mais usados, sua história e benefícios. E, é claro, vamos compartilhar receitas deliciosas. Vamos começar com o orégano. Se você pensou em pizza, tem toda a razão. Na pizza é simplesmente um clássico! Mas pode fazer muito mais na sua cozinha.

Já parou para pensar no que seria nossa culinária sem temperos? Quando muito, só um salzinho? Triste né? Não estamos falando dos temperos artificiais e industrializados. Eles podem apenas tentar imitar o que a natureza faz muito melhor: dar sabor à vida.

planta do orégano
Ingrediente uma planta rasteira

Antes de tudo, é interessante saber que o orégano tem uma longa carreira culinária. Gregos e romanos já o usavam como tempero e em forma de chá medicinal na Antiguidade. O nome vem dos gregos, que o chamavam oros ganos que significa ‘alegria das montanhas’, por conta do aroma que tomava conta das colinas cobertas com a planta. 

Aliás, como veio para cá e para que serve?

Chegou ao Brasil com imigrantes europeus e continuou sua carreira de sucesso. É muito comum usar com tomates, queijos, saladas, feijão, peixes, carnes, mariscos, massas, enfim, é pau para toda obra!

orégano
Orégano seco

No entanto, pesquisadores descobriram que o orégano faz mais do que realçar o sabor dos alimentos. O óleo de orégano tem sido usado para combater dores nas articulações, dores musculares, dores de dente e infecções.

Já experimentou chá de orégano? Tudo o que você precisa é uma colher de sopa para uma xícara de água fervente. É ser usado para tratar doenças respiratórias, como a bronquite, cólicas menstruais, indigestão e como auxílio no emagrecimento, já que produz uma sensação de saciedade. Mas nada de exageros! O excesso pode causar vômito e reação alérgica. E gestantes não devem fazer uso de chás sem consultar primeiro um obstetra.

Então, bateu aquela vontade de fazer uma receita com orégano? Sendo assim, experimente estas receitas super fáceis!

Biscoito de Polvilho Vegano

Cozinha brasileira

Ingredientes
  

  • Polvilho azedo – 1 3/4 xícara – 250 g
  • Água – 1 xícara 250 m+ 2 colheres de sopa (30 ml
  • Óleo vegetal – 1/4 xícara 60 ml
  • Farinha de linhaça – 1 colher de sopa 15 g
  • Sal – 1 colher de chá 5 g
  • Manjericão ou orégano seco – 2 colheres de chá opcional
  • Gergelim – 1 colher de chá 3 (opcional
  • Cúrcuma/açafrão da terra em pó – 1/4 colher de chá opcional

Instruções
 

  • Em um recipiente pequeno coloque a farinha de linhaça e 2 colheres de sopa de água. Mexa bem e reserve por cerca de 5 minutos para hidratar.
  • Em outro recipiente misture o polvilho azedo, o sal, o gergelim, a cúrcuma e o manjericão ou orégano seco.
  • Coloque o óleo e a água (1 xícara numa panela, para aquecer em fogo médio). Assim que formar as primeiras bolhas no fundo da panela desligue o fogo.
  • Regue a mistura de óleo e água quente sobre os secos para escaldar, mexendo sem parar até obter uma massa lisa e homogênea.
  • Adicione a farinha de linhaça hidratada e misture novamente.
  • Pré-aqueça o forno a 200 °C.
  • Coloque um pouco da massa num saco de confeiteiro com bico liso ou num saco plástico com uma das pontas cortadas, cuidado para não cortar demais e deixar os biscoitos grossos.
  • Aproxime o bico próximo da assadeira, aperte e movimente numa linha reta formando palitos. Tente fazer todos os biscoitos com a mesma espessura para assarem por igual. Se você estiver usando tapete de silicone ou fôrma antiaderente não precisa untar, caso estiver usando fôrma de alumínio unte com um pouco de óleo. Deixe um espaço, cerca de 2 cm, entre os biscoitos para não grudarem quando crescer.
  • Leve ao forno preaquecido e asse por cerca de 16 minutos ou até́ ficar dourado e crocante.
  • Retire da fôrma e deixe esfriar em temperatura ambiente, repita as etapas 7, 8 e 9 até a massa acabar.
  • Armazene os biscoitos num recipiente com tampa hermética para não amolecerem. Ficam crocantes por 3 dias.

Notas

Essa receita foi originalmente postada em Tempero Alternativo.

Inscreva-se agora para obter as melhores receitas todas as semanas!

Focaccia Pugliese | Tomate-cereja e azeitonas

Course Prato Principal
Cozinha brasileira, Italian

Ingredientes
  

  • 100 g de farinha de trigo
  • 150 g de semolina ou farinha de trigo
  • 80 g de batata cozida
  • 180 ml da água do cozimento da batata morna
  • ½ colher sopa de fermento biológico seco (5g)
  • ½ colher sopa de sal (5g)
  • Azeite de oliva
  • 200 g de tomate-cereja
  • 50 g de azeitonas
  • Orégano

Instruções
 

  • Cozinhe a batata, descasque e amasse bem.
  • Coloque a batata em uma tigela, adicione a farinha, a semolina e o fermento. Adicione a água do cozimento e o sal e comece a misturar os ingredientes.
  • Trabalhe a massa com a mão, dentro da tigela e fazendo movimentos de cima para baixo para oxigenar e dar maciez à sua focaccia.
  • Unte com azeite um refratário redondo de 25cm de diâmetro ou use outro de sua preferência que tenha capacidade proporcional.
  • Despeje a massa no refratário, unte as suas mãos com azeite e comece a espalhar a massa para que ela fique totalmente espalhada e uniforme.
  • Cubra a massa com filme plástico e deixe descansar por 20 minutos.
  • Enquanto isso, higienize e corte os tomates ao meio.
  • Depois dos 20 minutos de descanso, coloque os tomates com a parte cortada para cima, disponha sobre a massa, acomode também as azeitonas e polvilhe orégano. Pressione levemente os ingredientes.
  • Cubra novamente com filme plástico e deixe crescer por 30 minutos.
  • Leve a focaccia ao forno preaquecido e asse a 200C por aproximadamente 30 minutos.
  • Na hora de servir polvilhe sal moído na hora e azeite.

Notas

Essa receita originalmente foi postada no blog Mel e Pimenta.

Inscreva-se agora para obter as melhores receitas todas as semanas!

Por fim, aprenda mais sobre os temperos, como o orégano, na série Temperando a Vida:

Olá! Eu sou a Ariana Pazzini.

Eu criei esse blog para compartilhar receitas simples do dia a dia para famílias. Hoje em dia já não faço parte do blog porém as receitas continuam no meu coração.

Inscreva-se agora para obter as melhores receitas todas as semanas!

3 respostas

  1. Pingback: Como Fazer Maionese de Leite | A casa encantada
  2. Pingback: Páprica - Temperando a Vida A casa encantada Receitas fáceis e rápidas
  3. Pingback: Temperando a vida: Manjericão | A casa encantada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Gostou da Receita?




Receitas pra você

Carne seca com abóbora: receitas de dar água na boca

A combinação de carne seca com abóbora é muito famosa na culinária, afinal, essa mistura é muito saborosa e vai bem em muitos pratos diferentes, desde entradas, pratos principais,…

10 molhos para petiscos e porções: opções deliciosas!

Os molhos fazem toda a diferença quando estamos apreciando uma deliciosa porção, não é mesmo? Em lanches e salgados, como um saboroso Shawarma ou uma bela esfirra de carne…

O que é yakisoba? Aprenda tudo sobre esse prato delicioso!

O yakisoba é um prato muito popular na culinária japonesa, e significa literalmente “macarrão frito em molho”. É um prato feito com macarrão refogado com legumes e proteínas, temperados…

Aprenda a fazer Shawarma, o famoso prato grego

O Shawarma é uma receita que já ganhou o coração dos brasileiros. Seja como comida de rua, prato de um restaurante ou até uma receita caseira, esse sanduíche é…

Shimeji na manteiga: delicioso e nutritivo!

O shimeji é um dos cogumelos mais presentes na culinária japonesa e asiática em geral. Rico em “Umami” e de sabor inconfundível (um dos cinco sabores básicos da Ásia…

Salada De Lentilha: Rápida e Super Saborosa!

Se tem uma coisa que não dispenso é uma boa salada. Quanto mais variada melhor. Por isso, sempre faço questão de compartilhar minhas aventuras com verduras, leguminosas e grãos…