Café gelado com caramelo e baunilha

Café gelado com caramelo e baunilha (2)

O Café gelado com caramelo e baunilha é uma receita especial. Juro, ela é apaixonante.

Principalmente para aqueles que são amantes da bebida, mas suam só de pensar em tomá-la em dias quentes. Assim como eu.

Nesse sentido, os dias de verão geralmente são um pouco mais preguiçosos pela manhã. Pois, preciso da minha dose diária de cafeína. No entanto, está muito calor lá fora. É um dilema recorrente.

Mas, para acabar com esses dias de sofrimento, eis a solução: café gelado com caramelo e baunilha.

No entanto, você pode até pensar “mas esse não é um jeito muito diferente de preparar essa bebida?”

Na verdade, não. Existem muitas formas de preparar o nosso querido cafezinho. Por exemplo, na França se acrescenta chicória. Na África, a mistura é com manteiga e sal. Já na Itália tiras de limão podem incrementar.

Portanto, não há nada de estranho com o nosso café gelado com caramelo e baunilha. Aliás, ele é a união perfeita do cremoso com o refrescante.

Café gelado com caramelo e baunilha

Do vinho da Arábia ao pingado

Muitos pratos e bebidas tem uma invenção indefinida. Aqui, o caso é outro. Há divergências sobre a origem do nome.

Nesse sentido, há quem diga que o termo “café” venha da palavra “qahwa” que significa “vinho”. Essa versão é aceita, pois, segundo histórias, a bebida tenha chego a Europa no século XVI como “vinho da Arábia”.

No entanto, há quem acredite que sua origem deriva do termo “kaffa”, local de onde a planta seria originária.

Porém, sua descoberta ocorreu na Etiópia, por volta de 525. Isso porque, há referência sobre seu consumo nos manuscritos do Iêmen. Segundo a lenda de Kaldi, um pastor teria notado que suas ovelhas ficaram mais enérgicas ao consumir a estranha planta.

Depois da descoberta, os etíopes passaram a consumi-la de diversas formas. Uns comiam sua doce polpa, outros a misturavam a refeição. Aliás, havia ainda a possibilidade de fermentá-la para virar bebida alcoólica.

Da bebida alcoólica ao café gelado com caramelo e baunilha

No Brasil, o pai do nosso café gelado com caramelo e baunilha chegou no século XVIII. No entanto, o modo como ele pisou em nossas terras é no mínimo cômico.

Diz a lenda, que antes de chegar aqui, a bebida era abundante na ilha Martinica, no Caribe. Para trazê-la ao Brasil, um português que estava na colônia Francesa bolou um plano.

Francisco Mello Palheta planejava seduzir a esposa do governador do local, com o intuito de conseguir ajuda para contrabandear o produto.

E de acordo com a história, ele conseguiu. Assim o nosso querido pingado chegou às terras brasileiras.

E a primeira região do país a ser reconhecida por produzir cafés de qualidade foi Alta Mogiana, em São Paulo. Até hoje, a região nordeste paulista é tradição quando se refere a qualidade do café.

E por falar em qualidade, hoje a nossa receita é de fato de alto nível. Portanto, preparem o paladar e encham forma de cubinhos de gelo na geladeira.

Deixem a caneca de lado e separem os copos! Porque esse café gelado com caramelo e baunilha derrete até quem não gosta da bebida!

Olá! Eu sou a Ariana Pazzini.

Eu criei esse blog para compartilhar receitas simples do dia a dia para famílias. Hoje em dia já não faço parte do blog porém as receitas continuam no meu coração.

Inscreva-se agora para obter as melhores receitas todas as semanas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Receitas pra você

Torta de carne moída com vegetais de forno

Pare tudo o que você está fazendo e vai abrir a sua geladeira! Eu aposto que tem pequenas sobras de batata, cenoura, abobrinha,  e um pouco de carne moída…Aliás,…

Sopa de cenoura com gengibre para dias cansativos

Sabe aquelas semanas que parecem nunca chegar ao fim e tudo o que você precisa é de uma comidinha gostosa quando chega em casa? Então, para quem precisa de…

Limonada suíça com leite condensado

Já dizia minha mãe, e acredito que muitas mães por aí: “se a vida der limões, faça uma limonada!”. Tudo bem, a gente faz… Mas, também não há nenhum…

Fondue de carne com quatro dicas de molho!

Fondue de carne, queijo ou chocolate? Difícil mesmo é escolher um só! Hoje eu trouxe uma versão mais prática da receita, que pode ser feita em casa, com ou…

Arroz de forno para ninguém botar defeito

Às vezes, a cozinha demanda um pouco de criatividade. Principalmente quando o objetivo é não desperdiçar alimentos. Pensando nisso, hoje eu trouxe um arroz de forno especial. Que o…

Rocambole de carne moída de 4 ingredientes!

O fim do ano está chegando e, junto dele, a necessidade de aumentar o repertório de receitas práticas e saborosas para levar nas festas e encontros de amigos e…