Fermento de cristo ou fermento de litro

receita de fermento de cristo feito partindo do zero

 

Fermento de Litro (ou Fermento de Cristo) me lembra a infância nos anos 80.

Isso porque, a vizinhança toda fazia este pão com fermento de cristo e dividia em 3 partes. Nesse sentido, parte era usado para fazer o pão, parte reformava para o próximo. E a terceira parte presenteava os amigos para o ciclo não acabar!

Aliás. tá vendo este pão lindo da foto? Foi feito com água, azeite, farinha e fermento!

Este fermento especial une as pessoas. Porque, multiplica os pães como esse da foto. Inclusive, é ideal para comer quentinho com manteiga na hora do lanche.

Além disso, é muito fácil de fazer e de cuidar. Partir do zero é um pouco mais trabalhoso. Até porque, quando se recebe uma parte de alguém você só precisará reformar. Mas, como nenhum dos meus vizinhos tinham uma “mudinha”para me dar pesquisei um pouco até chegar neste resultado.

São etapas muito simples até iniciar o processo de fermentação. Faz aí, partilha com seus amigos e inicie a arte do pão caseiro aí na sua casa também!  Aliás, você pode escolher um dia da semana para relaxar sovando sua massa.

Até porque, este fermento pode ser renovado toda semana, rendendo lindos pães!

Caso você não tenha tempo toda semana, pode presentear 2 amigos com este fermento. Para isso, coloque num potinho bem bonitinho. Depois, anote as instruções de reforma e a receita do pão em um papel bem bonito e faça a multiplicação!

Não esqueça de guardar 1/3 para reformar e garantir seus pães quando sobrar tempo!

Fermento de cristo: passo a passo

O Fermento de Cristo ou Fermento de Litro é um fermento natural líquido.

Eu tinha um pouco de dificuldade em modificar a receita da minha mãe. Mas, percebi que dá certo para qualquer outra receita de pão que você tiver! Nesse sentido, é só substituir 1 xícara do líquido de sua receita no lugar adicionar o fermento de litro. Além disso, não se esqueça de retirar o fermento (biológico) da receita!

ingredientes para a primeira etapa do fermento de garrafa

A primeira etapa:

  • 1/2 litro de água,
  • 2 colheres (de sopa) de farinha de trigo,
  • 2 colheres (de sopa) de açúcar,

Dissolva o açúcar na água, misture a farinha , transfira para uma garrafa de vidro com tampa que tenha um espaço para ele respirar, reserve em local protegido do sol e deixe fermentar por 3 dias. Então, passados os 3 dias, separe 1 xícara do fermento e descarte o restante. Adicione novamente o açúcar, a água, farinha, mexa bem e volte para o vidro por mais 3 dias, reserve em local seco e protegido da luz.

 

como fazer fermento de garrafa, de cristo ou de litro

 

Aliás, chegou a hora de multiplicar o seu fermento:

  • 1 xícara (de chá) do conteúdo do fermento,
  • 2 xícaras (de chá) de água,
  • 4 colheres  (de sopa) de açúcar,
  • 4 colheres (de sopa) de farinha de trigo.

Misture todos os ingredientes, volte a garrafa de vidro e deixe fermentar por 3 dias protegido de luz.

Então, no quarto dia divida o fermento em 3 partes:

  • 1 xícara você usara na receita (que já trago para você na parte 2 deste post),
  • 1xícara você refaz as etapas da multiplicação.
  • Outra xícara você presenteia um vizinho ou amigo com as instruções de multiplicação e a receita do pão!

receita de multiplicação

 

Por fim, confira outras receitas caseiras para reproduzir em casa:

Olá! Eu sou a Ariana Pazzini.

Eu criei esse blog para compartilhar receitas simples do dia a dia para famílias. Hoje em dia já não faço parte do blog porém as receitas continuam no meu coração.

Inscreva-se agora para obter as melhores receitas todas as semanas!

87 respostas

  1. Pingback: Pão de Forma Vegano - Receita Caseira | A casa encantada
  2. Pingback: Pão de iogurte caseiro (casquinha crocante) | A casa encantada
  3. Olá! tudo bem?
    Gostaria de saber como faço a conversão de medida de fermento biológico para fermento de litro quando não vai água na receita.
    Por exemplo, tenho uma receita de pão de abóbora que não vai nenhum líquido, somente ovo e gordura e até então utilizava fermento biológico fresco.
    Sabe me dizer como faço para utilizar fermento de litro nesta receita?
    Um abração! Se cuidem!

  4. Pingback: Pão de cenoura super fofinho | A casa encantada
  5. Pingback: O que é fermento em pó e como saber se está ativo? | A casa encantada
    1. Olá, Eny. Na verdade esta receita não leva óleo… Na primeira etapa é apenas 1/2 litro de água, 2 colheres (de sopa) de farinha de trigo, 2 colheres (de sopa) de açúcar e na segunda 1 xícara (de chá) do conteúdo do fermento, 2 xícaras (de chá) de água, 4 colheres (de sopa) de açúcar, 4 colheres (de sopa) de farinha de trigo. Qualquer dúvida é só nos dizer, ok?

  6. Bom dia estou emocionada porque minha mãe fazia este pão delicioso com este fermento que conheci como fermento de garrafa e destribuia com amigos e vizinhos. Eu hoje sou uma Senhora e vou fazer. Obrigada Deus te abençoe grandemente.

    1. Ahhh que linda! Sabe que resgatei esta receita da minha mãe também? Espero que te traga emoções assim como me trouxe

  7. Boa noite , fiz todas as etapas e no último dia o cheiro parece de polvilho sabe, meio azedo, está correto?
    Gostaria de saber se depois que faço a reforma ele deve ficar na geladeira? Se sim, por quantos dias?

    1. Exatamente o cheiro Azedo e não cheiro de estragado!
      Sobre armazenar na geladeira só é necessário caso você queira que ele adormeça, em épocas que você não vai confeccionar pães por aqueles dias, coloque para dormir na geladeira

    1. Sil querida, eu não uso sal na confecção do fermento, a receita original tinha 1 colher de sobremesa de sal mas percebi que demorava um pouco mais de etapa para fermentar

  8. Já li tanta coisa de fermento e…Queria saber qual tipo ou nome é o meu fermento!! Minha mãe ganhou uma muda de fermento há quase 30 anos, se parece com esse da matéria, sobe a fermentação e fica uns sedimentos no fundo. No entanto o vidro não pode ficar fechado (ele morre), guardo em um vasilhame de vidro de 500ml. Uso a metade dele independente do tamanho da receita; a outra parte acrescento 3 Col de farinha, 2 col de açúcar e 1/2 col de sal, mexe bem, completa com água…. coloca a tampa em cima sem fechar e espera um ou dois dias e pode usar, se não quiser deixa na geladeira mas sem fechar a tampa, dura uns 20 dias sem precisar mexer.

    1. Lavínia, pelo que você explicou parece ser o mesmo! Aqui deixamos vedado, com cuidado de abrir sempre por conta do gás formado pela fermentação, mas me parece o mesmo fermento líquido!

  9. Olá. A respeito do fermento de Cristo gostaria de saber 2 coisinhas:
    – o fermento precisa ser vedado completamente para não entrar ar?
    – qual é a textura final do fermento?
    Obrigada

    1. Sim Élida! Totalmente vedado, a textura é liquida com um pouquinho de cedimentos de farinha no fundo.

  10. Pingback: 10 receitas de fermento natural para fazer de olhos fechados – Mari Carvalho
    1. Depois do 4a vez e já pode usar, e para parar o processo por um tempo. Funcionaria como o Kefir (coloca no freezer e quando quiser voltar a fermentar só fazer o processo de tirar uma xícara e fazer de novo)?

  11. Pingback: Pão de batata fofinho - com fermento seco ou fermento de garrafa | A casa encantada
  12. Lindos e fofos deste site fofo….

    estou seguindo os passos ao pé da letra e já estou na ultima etapa…. (a que vai 4 colheres de cada coisa), mas a fermentação tá com bolhinhas muuuuuuuuuuito tímidas…. dá pra usar mesmo assim?

  13. Boa noite,
    Para fazer o fermento de garrafa precisa ser uma farinha de trigo especial? Pode ser com a farinha integral? E a água deve ser filtrada ou mineral?

  14. olá ..estou na primeira etapa…e fiz a segunda …é normal na primeira ficar com cheiro podre?? não tinha q ter um cheiro de fermentação? no aguardo ..mara

    1. Isso Mara, o cheiro é de vinagre, de fermentado, cheiro de podre não está certo. Esterilize bem o recipiente que vai guardar seu fermento. Não espere que o cheiro seja como o do fermento biológico, é um cheiro azedinho, vinagrados mas podre não está certo não!

  15. Olá, quando não estiver usando o fermento posso alimentar e deixar na geladeira como faço com meu levain? E quando for usar de novo alimento normalmente? Ou ele é mais perecível e preciso ficar descartando e alimentando a cada semana por exemplo! Me ajudem! Quero fazer esse fermento mas preciso saber dessa informações.

    1. Isso mesmo Leonara! Exatamente o mesmo processo do Levain! Vale sim adormecer na geladeira, realimenta quando retirar!

  16. transfira para uma garrafa de vidro com tampa que tenha um espaço para ele respirar

    O que vc quer dizer eu tampo o vidro ou deixo meio aberto?
    Porque nos comentários vi comentando fechado, mas na descrição diz assim.
    Na primeira etapa e o vidro lacrado?

    1. Isso, fechado! Mas um vidro um pouco maior que o conteúdo líquido, que sobre espaço entre a tampa e o líquido

  17. Olá Ariana!
    Meus fermentos sempre mofam antes de conseguir usar. Como aqui é muito quente (sensação térmica chega a 30 facilmente todos os dias) penso em tirar uma etapa da fermentação. Daria certo? E se eu fosse usá-lo apenas uma vez por semana, preciso colocar na geladeira? Quanto tempo fora dela ele precisa pra reativar? Obrigada pela ajuda!

    1. Iara, pode ser que sim, pulando uma etapa ou diminuindo o tempo entre a alimentação ajude.
      Para saber se o fermento está ativo você verá que ao abrir ele está gaseificado como um refrigerante, pode então partir para a proxima etapa! E isso mesmo, se ai é muito calor reserve ele na parte menos fria da sua geladeira, voltou a temperatura ambiente o fermento acorda! Beijos

  18. Olá amigos!
    Tudo bem?
    Amei esse fermento,fiz com açúcar mascavo e farinha integral e branca,tbm usei uma colher de sopa de farelo de aveia e trigo, farinha de centeio

  19. Boa noite! Eu tive o fermento natural durante muito tempo, há alguns bons anos, mas o perdi. Seguindo a receita da multiplicação do que eu tinha tentei uma vez fazer o fermento base mas não deu muito certo. Agora, vi esta tua receita e iniciei o primeiro passo no domingo. Hoje faz 3 dias e vou iniciar o segundo passo. A dúvida é que formou aquele bolor de pelos cinzas ao redor do líquido. Isso é norma? Se não for normal, vou eliminar tudo e começo de novo em outro dia.
    Sobre a temperatura ambiente, moro em Americana-SP e aqui o clima é quente. A vasilha está na mesa da cozinha, ao lado de uma parede que pega sol durante o dia.
    Aguardo tua resposta! Abraços!

    1. Me desculpe a demora em responder, seu comentário estava junto aos spans, só chequei quando vi o segundo,
      Se estava cinza era mesmo bolor, a garrafa tem q estar limpa, pode ter havido alguma contaminação, vidro é sempre a melhor escolha, e deixe também em um armário, para protegê-lo da luz!

    1. Sem fermento Larissa! A fermentação acontecerá do contato farinha, água e açúcar!
      Você perceberá que após reformar algumas vezes (dependendo do clima mais rápido se calor ou mais demorado se frio) ao abrir a vasilha fará um barulho de refrigerante, pronto, a fermentação aconteceu!

  20. ola adriana
    estou
    com uma duvida
    depois da primeira fase meu fermento decantou na garrafa, é preciso mecer novamente o liquido e depois separar ou joga forava “agua” que fica em cima e separa so a parte debaixo?

    1. Débora esta agua é o fermento! A parte debaixo q é o alimento do Fermento!
      Você dá uma leve misturada quando for separar 1 xícara para reformar!
      Quando esta agua começar a aparecer as primeiras bolhas de gás é sinal q está pronto para usar! ?

  21. Gostei muito da receita, aliás, gostei do site inteiro!
    Só uma dúvida, quando se fala em alimentar ou reformar o fermento é fazer a etapa da multiplicação?
    E só um detalhe, na foto tem a farinha e o açúcar e na frente tem uma colher, seria de sal? Não vai na receita?

    1. Olá Patricia!
      Que bom que gostou! ❤️
      Isso mesmo, alimentar ou reformar é o mesmo que a multiplicação!
      Na primeira versão desta receita utilizava 1 colher de chá e sal, com o tempo descobri que o sal inibia a fermentação, então retirei da receita, o que realmente deu o star mais rápido, em 2-3 reforma o fermento já estava ativo, pronto para usar, diferente da versão com sal que quando estava frio demorava muito mais para iniciar a ativação do fermento! (Está na hora de mudar esta fotografia! Hehehehe beijos!

  22. Pingback: Pão Caseiro com Fermento de Garrafa | A casa encantada
    1. Isso Bruna, com este frio que vem fazendo pode ser que necessite de mais uma etapa de alimentação ainda,
      O fermento só está bom para ser usado quando você abre o vidro e ele está borbulhante (isso significa que ele está ativo!)

  23. bom dia.
    Infelizmente meu pão não cresceu, por conta do frio deixei de um dia pra outro mesmo assim não cresceu.
    Ficou com um gosto estranho, por conta do fermento natural.
    Fiquei triste por não ter dado certo, fiz todo o processo certinho .
    Mas o resultado final não foi satisfatório, mas o que vale é a intenção.
    Obrigada, boa semana.

  24. Boa tarde.

    Como eu sei que deu certo o fermento em garrafa? Qual a consistência? O cheiro ? Estou com dúvidas, muitas.
    Fiz todo o processo estou com receio se deu ou não certo ?
    Obrigada .

    1. Míriam, prometo fazer um vídeo pois sei que muita gente tem dúvidas das etapas e do resultado final,
      Ele está pronto quando começa a fermentar, ao abrir você percebe que está borbulhante, alguns até parecem refrigerante, efervescente sabe?
      Uma dúvida que todos tem é por conta de decantar, a farinha e o açúcar vão para o fundo, isso é noprmal, eles servirão de alimento para o fermento, quando for reformar, dê uma mexida para que se misturem (cuidado, não faça com a garrafa fechada e abra na sequencia pois pode derramar todo o liquido com a combustão)
      Este fermento não tem muito segredo e é bastante resistente, com o tempo fica cada vez mais potente!

  25. Boa noite
    Fiz todo o processo de fermentação.
    Mas estou em dúvida em relação ao resultado final.
    Como fica?
    Líquido pastoso,
    Se pudesse tirar uma foto para mostrar como fica . Ou descrever como fica o resultado final, acredito que faltou este pequeno detalhe para gente saber se deu certo ou não?
    Obrigado

    1. Miriam, boa ideia, vou tirar fotos do processo, ele é liquido e decanta,a parte superior fica como uma agua suja e embaixo a farinha (que é o alimento para nossa fermentação!)

    1. Ana, nunca fiz com outra farinha, mas estou aqui pensando se a farinha é só para fermentar acredito que a farinha de arroz cumpra bem a função!
      Se fizer me conta se deu certo? Pode ser que ela exija um pouco mais de reformas para entrar em combustão e ativar a fermentação mas vale tentar não é?
      Beijo e estou torcendo para dar certo!

  26. Oiii. Por favor,me tira uma dúvida. Na hora da reforma, quando tiramos uma xícara do preparo, acrescentamos nessa xícara meio litro de agua??

    1. Oi Tati, nestes dias frios pode demorar um tanto mais para crescer mesmo, tente deixar um pouco mAis até dobrar de tamanho, beijo

    2. Experimente colocar meia colher de chá de fermento biológico seco na primeira vez que for preparar o fermento. Você só precisará acrescentar o fermento seco na primeira vez, depois disso é só seguir os procedimentos para reformar o fermento normalmente conforme explicado neste artigo. Fiz isso quando preparei meu fermento pela primeira vez, e desde então o tenho utilizado para o preparo de pães já por cerca de 2 anos. Lembrando que coloquei o fermento seco apenas na primeira vez; nesses dois anos tenho o reformado apenas com farinha, açúcar, sal e água.

    3. Maria! Muitooo obrigado por compartilhar esta dica!!! Posso colocar seu comentário no post? Acho q pode ajudfar muita gente! Obrigado por contar da sua experiencia! Faz todo o sentido neste inicio de ativar o fermento!

  27. Olá bom dia, uma dúvida , quando você diz ali que chegou a hora de multiplicar o fermento , e coloca 1 xicara do preparado do fermento e o restante dos ingredientes, a minha duvida é, descarta o restante do preparado ou deixa ali para misturar tudo junto?? Obrigada

    1. Sim, descarta o restante, a parte descartada ainda não tem fermentação suficiente para poder usar!

  28. Bom dia. Ontem eu preparei a primeira etapa do fermento de garrafa. Hoje fui olhar e ocorreu a decantação. Isso é normal ou eu tenho que misturar novamente.

    1. Oi Oscar! Tudo bem?
      Normal, vai decantar sim, a farinha que fica embaixo alimenta o líquido!

  29. Pingback: Pão de leite com fermento de garrafa | A casa encantada
  30. Olá Ariana, tudo bem?
    Tenho algumas dúvidas, tentei outras receitas que encontrei na web, mas meu pão fica pesado. Acredito que pode ser por causa do fermento e o processo feito. Irei testar sua receita agora, mas tenho dúvidas.

    Após feito todo o processo de criação do fermento, tenho que colocar na geladeira? Em algum momento ele vai para geladeira?
    Caso eu não faça o pão em uma determinada semana, eu descarto a quantidade que seria para fazer o pão e completo a garrafa?
    Me ajudaaa, =)

    1. Oi Fabrício tudo bem?
      A fermentação selvagem é um tanto mais demorada, calcule pelo menos 4 horas de fermentação para cada 1 hora q levaria com o fermento biologico seco por exemplo. Será que não foi por isso que seus pães ficaram mais pesados?
      Não precisa conservar em geladeira, o processo de fermentação precisa da temperatura ambiente, caso não vá usar na semana, aí tudo bem, coloque na geladeira para adormecer, retire, volte para a temperatura ambiente e daça o processo de Alimentação normal, o meu já ficou 15 dias direto na geladeira adormecido sem prejuízo, caso prefira não arriscar deixe em temperatura ambiente e continue alimentando e descarte oq usaria!
      Este fermento é bastante resistente, a fermentação melhora ainda mais com o passar do tempo!
      Espero ter te ajudado!

    2. Muitooo Obrigado pela ajuda 😉
      vou tentar fazer novamente esse fds 😉
      Parabéns pelo blog

    3. Depois de pronto o fermento, eu posso reformar e fazer pão todos os dias ou só de 7 em 7 dias? Grata desde já!

    4. Precisa esperar pela fermentação, mas nada impede que você faça mais uma fermentação com a parte que você doaria para alguém!

  31. Olá. Estou gostando muito das receitas. Faço sempre o pão sem sovar. É um sucesso.
    Quero tirar uma dúvida: mesmo que eu não vá utilizar meu fermento de garrafa, eu devo reformá-lo uma vez por semana? Obrigada. Bjs

    1. Eba! Que bom saber que estamos ajudando! Ale, se eu não reformo vejo que ele perde um pouco o poder de fermentar, então alimento pelo menos de 15 em 15 dias e sempre espero pelo menos 3 dias para fazer o pão após alimentar para dar o start na fermentação!

  32. Pingback: Pão de iogurte - Feito com fermento de garrafa | A casa encantada
  33. Pingback: Pão de batata fofinho - com fermento seco ou fermento de garrafa | A casa encantada
  34. Oi Ariana, queria saber a validade desse fermento? Amo fazer pao e onde moro os fermentos de pao sao tao dificeis de achar que amei esse post!

    1. Oi Eline! Tudo bem? Este fermento tem vida eterna! Pois vc vai reformando conforme usa, sempre guarda uma xícara e alimenta como tá descrito no post, então estará sempre em atividade! O que não pode é deixar ele sem esta renovação, eu mesmo quando não vou fazer pão, separo 1 xícara, jogo fora o excedente e alimento para ele sempre se renovar! Beijo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Receitas pra você

Carne seca com abóbora: receitas de dar água na boca

A combinação de carne seca com abóbora é muito famosa na culinária, afinal, essa mistura é muito saborosa e vai bem em muitos pratos diferentes, desde entradas, pratos principais,…

10 molhos para petiscos e porções: opções deliciosas!

Os molhos fazem toda a diferença quando estamos apreciando uma deliciosa porção, não é mesmo? Em lanches e salgados, como um saboroso Shawarma ou uma bela esfirra de carne…

O que é yakisoba? Aprenda tudo sobre esse prato delicioso!

O yakisoba é um prato muito popular na culinária japonesa, e significa literalmente “macarrão frito em molho”. É um prato feito com macarrão refogado com legumes e proteínas, temperados…

Aprenda a fazer Shawarma, o famoso prato grego

O Shawarma é uma receita que já ganhou o coração dos brasileiros. Seja como comida de rua, prato de um restaurante ou até uma receita caseira, esse sanduíche é…

Shimeji na manteiga: delicioso e nutritivo!

O shimeji é um dos cogumelos mais presentes na culinária japonesa e asiática em geral. Rico em “Umami” e de sabor inconfundível (um dos cinco sabores básicos da Ásia…

Salada De Lentilha: Rápida e Super Saborosa!

Se tem uma coisa que não dispenso é uma boa salada. Quanto mais variada melhor. Por isso, sempre faço questão de compartilhar minhas aventuras com verduras, leguminosas e grãos…