Dia Mundial do Café: vai um cappuccino caseiro aí?

cappuccino caseiro

O cheirinho do café é algo que traz muitas boas memórias. Lembro-me de quando, nas férias, eu ia para a casa dos meus avós e no lanche da tarde sempre tinha café fresquinho e bolo recém saído do forno. Portanto, para celebrar este Dia Mundial do Café e relembrar esses momentos, hoje eu vou ensinar a fazer um cappuccino caseiro que, quando misturado ao leite morno, se transforma em uma bebida encorpada e deliciosa.

Primeiramente, amantes de café como eu sabem quão importante é a qualidade do café expresso. Mas outros fatores fundamentais para se fazer um bom cappuccino tradicional são a textura e a temperatura do leite.

Durante a vaporização do leite para o cappuccino, nasce uma micro espuma, que fornece pequenas bolhas de ar. Isso, por sua vez, faz com que ele adquira uma textura aveludada, cremosa e brilhante. No entanto, as bolhas somem depois no processo de bater a leiteira em uma superfície sólida.

A receita que vou ensinar hoje foge um pouco da preparação convencional. Ou seja, uma ótima alternativa para quem não tem máquina de café expresso em casa. Para preparar a bebida, você só vai precisar de itens simples. O leite, neste caso, será adicionado só no fim.

Mas, antes de irmos para a nossa receita de cappuccino caseiro, vamos descobrir como surgiu essa delícia?

cappuccino caseiro
Cappuccino caseiro cria uma atmosfera incrível para amantes de café.

Instituição franciscana

A palavra “cappuccino” é do século XVI e vem do termo italiano “cappuccio”, que significa capuz. Aliás, o termo nomeia a Ordem dos Frades Menores Capuchinhos (Ordine dei frati minori cappuccini, em italiano). Esta é uma instituição da família franciscana, pois os frades vestem uma peça de roupa específica, o hábito (do latim cappa). A bebida recebeu o mesmo nome por sua cor, que lembra a do hábito dos frades capuchinhos.

O monge italiano Marco D’Aviano, personagem importante na história e que fazia parte do movimento de resistência ao avanço islâmico na Europa, é que seria o responsável pela criação.

Leia também:

Segundo a lenda, a criação do cappuccino ocorreu devido a tentativa de invasão de Viena em 1683. Então, durante a batalha, o exército italiano impediu a entrada dos invasores no país, que, ao fugirem em desespero, deixaram para trás inúmeras sacas de café.

Como o café turco era muito amargo, os vienenses decidiram adicionar leite e mel à receita para aproveitarem as sacas. Sendo assim, batizaram a invenção com o nome do monge guerreiro, que fazia parte da Ordem.

Aliás, na receita de cappuccino italiano original, utiliza-se um terço de café, um terço de leite e um terço de espuma do leite. Por sua vez, a vaporização do leite é um grande desafio para os baristas em formação.

cappuccino caseiro
Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, uma instituição da família franciscana. (Reprodução)

Variações da receita – e cappuccino caseiro

Aqui no Brasil é comum encontrar muitos lugares que servem o cappuccino com a adição de canela ou cacau/chocolate em pó.

Por fim, há também outros dois tipos de café que nasceram da alteração desta receita. O café macchiato (café “manchado” com espuma de leite), que leva 3 porções iguais de café, leite e espuma de leite, é um; e o café latte, por sua vez, leva uma dose de café, duas medidas de leite e a espuma. Agora, está na hora do nosso cappuccino caseiro para comemorarmos o Dia Mundial do Café. Vamos lá?

Cappuccino caseiro com café coado

Ingredientes
  

  • 200 ml de leite
  • 50 ml de café coado
  • Açúcar a gosto

Instruções
 

  • Para vaporizar o leite, esquente-o até quase ferver.
  • Bata o leite no liquidificador ou em uma coqueteleira até formar um creme.
  • Coloque o café quente em uma xícara e, em seguida, despeje o leite vaporizado e mexa bem.
  • Adicione o açúcar e, se quiser, uma pitada de canela ou 1 colher de chá de chocolate em pó.

Inscreva-se agora para obter as melhores receitas todas as semanas!

Olá! Eu sou a Ariana Pazzini.

Eu criei esse blog para compartilhar receitas simples do dia a dia para famílias. Hoje em dia já não faço parte do blog porém as receitas continuam no meu coração.

Inscreva-se agora para obter as melhores receitas todas as semanas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Gostou da Receita?




Receitas pra você

Carne seca com abóbora: receitas de dar água na boca

A combinação de carne seca com abóbora é muito famosa na culinária, afinal, essa mistura é muito saborosa e vai bem em muitos pratos diferentes, desde entradas, pratos principais,…

10 molhos para petiscos e porções: opções deliciosas!

Os molhos fazem toda a diferença quando estamos apreciando uma deliciosa porção, não é mesmo? Em lanches e salgados, como um saboroso Shawarma ou uma bela esfirra de carne…

Aprenda a fazer Shawarma, o famoso prato grego

O Shawarma é uma receita que já ganhou o coração dos brasileiros. Seja como comida de rua, prato de um restaurante ou até uma receita caseira, esse sanduíche é…

Canjica zero açúcar: cremosa e saudável

Hoje, eu trouxe para você esta deliciosa canjica zero açúcar para saciar a fome e não fugir da dieta. Prato tradicional da nossa Festa Junina, comer um canjiquinha quentinha…

O que é yakisoba? Aprenda tudo sobre esse prato delicioso!

O yakisoba é um prato muito popular na culinária japonesa, e significa literalmente “macarrão frito em molho”. É um prato feito com macarrão refogado com legumes e proteínas, temperados…

Shimeji na manteiga: delicioso e nutritivo!

O shimeji é um dos cogumelos mais presentes na culinária japonesa e asiática em geral. Rico em “Umami” e de sabor inconfundível (um dos cinco sabores básicos da Ásia…