Suflê de chuchu, simples e versátil!

suflê de chuchu

Reinventar pratos e apostar em coisas diferentes na cozinha é sempre bom. Pensando nisso, hoje vou ensinar como fazer um suflê de chuchu. A minha dica é saudável e fácil de preparar. Por sua vez, pode ser servida como entrada de um jantar mais elegante ou como acompanhamento de algum prato.

Aliás, o chuchu brilha nessa receita. Porém, é importante ressaltar que o suflê não gosta de esperar. Assim que fica pronto, não pode ficar no forno, tem que ir pra mesa. Entretanto, antes de irmos para a receita suflê chuchu, vamos saber um pouco mais sobre a história desse alimento.

suflê de chuchu
O suflê de chuchu servir como prato principal ou acompanhamento. (Fonte: Freepik)

Tudo começou na América Central

Com nome botânico de Sechium edule, o chuchu é originário da América Central e é atribuído, principalmente, a países como Costa Rica e Panamá. O botânico Patrick Browne foi o responsável por registrar o fruto pela primeira vez, em 1756.

Segundo historiadores, os astecas conheciam muito bem o chuchu. Aliás, esse era um dos alimentos preferidos daquele povo. Isso porque é possível consumi-lo durante todo o ano.

O chuchu tomou conta da Europa entre os séculos 15 e 16. Acredita-se que ele deve ter chegado ao continente a partir do descobrimento das Américas, que ocorreu na mesma época.

Não é legume, é fruta!

Diferente do que a maioria pensa, o chuchu pertence à categoria de frutos. Assim como o tomate, que tem suas sementes envoltas na parte comestível.

De fácil digestão, rico em fibras, vitaminas A e C, potássio e poucas calorias (apenas 31 a cada 100 gramas). Pode ser consumido refogado ou como ingrediente no preparo de sopas, cremes, saladas e suflê.

Na hora de escolher o fruto para fazer o suflê de chuchu, prefira os sem espinhos, de casca verde-clara e de tamanho médio.

A maioria de nós só conhece o chuchu verde-claro que encontramos na feira. Porém, o alimento pode variar bastante quanto à forma, ao tamanho e à cor. Ele pode ser tanto arredondado quanto ter o formato parecido com o de uma pera.

Sua cor pode variar entre o branco e o verde bem escuro. Conforme a espécie, a casca pode ser lisa ou com espinhos.

Diferentes nomes

O alimento é uma das hortaliças mais consumidas no país. Aqui, os maiores produtores são os estados Rio de Janeiro, São Paulo, Pernambuco, Minas Gerais e Paraná. De acordo com a região, o chuchu também pode ser conhecido como coxixe, machite, nachuchu e machucho. O povo asteca, por exemplo, chamava o fruto de chayotli.

Como conservar

Para que o suflê de chuchu fique bem gostoso, embale-o em saco plástico e conserve-o na parte de baixo da geladeira por 6 a 8 dias. Se descascado ou picado, conserve-o apenas por até 3 dias após seu preparo.

O segredinho do suflê de chuchu

Para que o nosso suflê de chuchu não murche, há alguns segredos na preparação que eu vou compartilhar. Não deixe entrar ar frio no forno antes que ele esteja pronto e evite bruscas mudanças de temperatura.

Primeiramente, pré-aqueça o forno. Outra dica é esperar alguns minutos antes de tirá-lo. Você deve respeitar a temperatura e o tempo de forno indicado na receita. Além disso, não demore para consumi-lo depois de pronto.

suflê de chuchu
O segredo para o suflê não murchar é só abrir o forno quando o prato estiver pronto. (Fonte: Freepik)

Receita de suflê de chuchu

Agora vamos à nossa receita de suflê de chuchu?

Suflê de chuchu

Receita simples e prática que pode servir de acompanhamento ou entrada.
Course suflê de chuchu

Ingredientes
  

  • 3 chuchus
  • 2 gemas de ovo
  • 2 claras de ovo 
  • 50 gramas queijo parmesão ralado
  • 1 colher de sopa manteiga
  • 1 xícara leite
  • 1 colher de sopa amido de milho
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto

Instruções
 

  • Pique os chuchus em cubos bem pequenos e cozinhe em água fervente por aproximadamente 5 minutos. Escorra a água e reserve.
  • No liquidificador, bata os chuchus cozidos com as gemas, a manteiga, o queijo parmesão ralado, o leite, sal, pimenta e o amido de milho até formar um creme.
  • Coloque a mistura em um recipiente.
  • Bata duas claras de ovo em neve e adicione ao recipiente com cuidado, envolvendo toda a mistura.
  • Unte uma forma com azeite e farinha de trigo.
  • Passe o conteúdo da vasilha para a forma e leve ao forno pré-aquecido a 180 °C por cerca de 25 minutos.

Inscreva-se agora para obter as melhores receitas todas as semanas!

Olá! Eu sou a Ariana Pazzini.

Eu criei esse blog para compartilhar receitas simples do dia a dia para famílias. Hoje em dia já não faço parte do blog porém as receitas continuam no meu coração.

Inscreva-se agora para obter as melhores receitas todas as semanas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Gostou da Receita?




Receitas pra você

Panqueca de abobrinha: receita gostosa e saudável para você

Que tal uma panqueca de abobrinha bem levinha e saborosa para comer a qualquer hora do dia? Se você está procurando uma receita bem simples e cheia de nutrientes…

Carne seca com abóbora: receitas de dar água na boca

A combinação de carne seca com abóbora é muito famosa na culinária, afinal, essa mistura é muito saborosa e vai bem em muitos pratos diferentes, desde entradas, pratos principais,…

10 molhos para petiscos e porções: opções deliciosas!

Os molhos fazem toda a diferença quando estamos apreciando uma deliciosa porção, não é mesmo? Em lanches e salgados, como um saboroso Shawarma ou uma bela esfirra de carne…

Aprenda a fazer Shawarma, o famoso prato grego

O Shawarma é uma receita que já ganhou o coração dos brasileiros. Seja como comida de rua, prato de um restaurante ou até uma receita caseira, esse sanduíche é…

Canjica zero açúcar: cremosa e saudável

Hoje, eu trouxe para você esta deliciosa canjica zero açúcar para saciar a fome e não fugir da dieta. Prato tradicional da nossa Festa Junina, comer um canjiquinha quentinha…

O que é yakisoba? Aprenda tudo sobre esse prato delicioso!

O yakisoba é um prato muito popular na culinária japonesa, e significa literalmente “macarrão frito em molho”. É um prato feito com macarrão refogado com legumes e proteínas, temperados…