Molho de mel e pimenta: PERFEITO para tudo!

molho de mel e pimenta

 

Molho de mel e pimenta

Ingredientes
  

  • ½ xícara de azeite de oliva
  • 2 pimentas dedo-de-moça sem sementes
  • 5 colheres de sopa de mel
  • ½ xícara de suco de laranja
  • Sal a gosto

Instruções
 

  • Adicione em uma panela o azeite de oliva, as pimentas, o mel e o suco de laranja.
  • Leve ao fogo e cozinhe por 10 minutos ou até encorpar.
  • Adicione o sal a gosto e mexa o molho por mais 1 minuto.
  • Desligue o fogo e transfira o molho para um recipiente de vidro.

Inscreva-se agora para obter as melhores receitas todas as semanas!

O molho de mel e pimenta é ideal para quem quer incrementar suas receitas. Aliás, o sabor dele o torna perfeitamente equilibrado para tudo. Ou seja, combina com os mais variados pratos, desde saladas, churrasco até aperitivos.

Inclusive, o molho de mel e pimenta permite que sejamos mais criativos na cozinha. Isso porque, com ele, é possível brincar com gostos e sensações. Aliás, se você não é muito fã de pimenta, esse molho vai te surpreender. A doçura do mel quebra o ardido dela, deixando-o suave. Para quem aprecia o agridoce, é uma ótima receita, pois também fornece um ar de requinte ao prato.

Molho de mel e pimenta: primeiro, o mel!

Os registros mais antigos sobre o consumo de mel datam de 8 mil a.C. Nessa época, o alimento era o único meio de ingerir açúcar. Ou seja, o nosso molho de mel com pimenta ainda estava muito longe de sua invenção. Porém, a apicultura só foi se desenvolver muito mais tarde. Os primeiros indícios da atividade são de 4.500 a.C. no Egito Antigo.

Aliás, os egípcios não utilizavam o mel somente na alimentação. Sacerdotes faziam o uso do ingrediente no processo de embalsamento (mumificação e embalo dos mortos). Ao contrário do que muita gente acredita, o mel também é produzido por mais de 20 mil insetos e algumas plantas. No entanto, aquele que estamos acostumados consumir vem das abelhas da espécie Apis, que se encontram em risco de extinção.

mel, ingrediente do molho de mel e pimenta

Veja também:

E a pimenta?

Primeiramente, existem diversos tipos de pimenta no mundo. Portanto, estabelecer uma origem ou data para seu descobrimento é uma tarefa quase impossível. Entretanto, segundo historiadores, seu cultivo dataria de 7.500 a.C, quando uma das espécies (não se sabe qual) começou a ser usada pelo homem como tempero. Estima-se que sua origem tenha ocorrido no México e de lá tenha se espalhado na Bolívia e no Peru.

Nas américas, os pioneiros no uso da pimenta foram os indígenas. Além de utilizá-la como tempero, eles a aplicavam como arma de proteção (a exemplo do spray de pimenta hoje). Aliás, o alimento tinha função medicinal, resolvendo problemas de pele, dor de cabeça e de dente e má digestão.

Sua popularização ao redor do mundo ocorreu com a época das Grandes Navegações. Cristóvão Colombo, ao desembarcar no continente, encontrou pimentas vermelhas e as levou para a Europa. Lá, a especiaria fez um enorme sucesso. Então, chegou até a África e o Oriente Médio, que já conheciam outras espécies asiáticas e indianas.

Porém, nos Estados Unidos, estima-se que o alimento só tenha dado as caras no século 17. Segundo historiadores, imigrantes asiáticos teriam introduzido a pimenta na culinária local. Na América Central, a espécie pioneira e que se espalhou é a Capsicum annuum, ou o pimentão. Por fim, na América do Sul, a primeira a se tornar famosa foi a nossa pimenta-malagueta.

pote com pimentas vermelhas

Não perca:

Olá! Eu sou a Ariana Pazzini.

Eu criei esse blog para compartilhar receitas simples do dia a dia para famílias. Hoje em dia já não faço parte do blog porém as receitas continuam no meu coração.

Inscreva-se agora para obter as melhores receitas todas as semanas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Gostou da Receita?




Receitas pra você

Torta de carne moída com vegetais de forno

Pare tudo o que você está fazendo e vai abrir a sua geladeira! Eu aposto que tem pequenas sobras de batata, cenoura, abobrinha,  e um pouco de carne moída…Aliás,…

Sopa de cenoura com gengibre para dias cansativos

Sabe aquelas semanas que parecem nunca chegar ao fim e tudo o que você precisa é de uma comidinha gostosa quando chega em casa? Então, para quem precisa de…

Limonada suíça com leite condensado

Já dizia minha mãe, e acredito que muitas mães por aí: “se a vida der limões, faça uma limonada!”. Tudo bem, a gente faz… Mas, também não há nenhum…

Fondue de carne com quatro dicas de molho!

Fondue de carne, queijo ou chocolate? Difícil mesmo é escolher um só! Hoje eu trouxe uma versão mais prática da receita, que pode ser feita em casa, com ou…

Arroz de forno para ninguém botar defeito

Às vezes, a cozinha demanda um pouco de criatividade. Principalmente quando o objetivo é não desperdiçar alimentos. Pensando nisso, hoje eu trouxe um arroz de forno especial. Que o…

Rocambole de carne moída de 4 ingredientes!

O fim do ano está chegando e, junto dele, a necessidade de aumentar o repertório de receitas práticas e saborosas para levar nas festas e encontros de amigos e…